quarta-feira, 22 de junho de 2011

SE RELACIONANDO COM DEUS


Autor: Dc. Valdemir Pires Moreira


Leitura bíblica: Lc 11.1-4; 22.39-46.


INTRODUÇÃO

A oração é o meio que Deus proveu ao ser humano, a fim de que cheguemos por meio dela a constituirmos um relacionamento de comunhão contínua com Ele. É a oração à expressão mais íntima da vida cristã, pela qual criamos uma aliança de amizade com o nosso Criador. Quanto mais oramos mais íntimos ficamos de Deus. Quando oramos falamos diretamente ao Criador de todas as coisas.

I. A QUEM DEVEMOS ORAR

1. Devemos orar a Deus

A Bíblia ensina que devemos orar unicamente e exclusivamente a Deus e a ninguém mais, pois não há nenhum outro Deus além daquele que Criou os céus e a terra, somente a Deus deve ser dirigida as nossas orações (Êx 20.3; Dt 4.29,30).

2. Quando devemos orar

Devemos orar na alegria ou na dor, nos momentos alegres e nos momentos tristes (1 Tm 2.1-3; Sl 118.5). Independente das circunstâncias Daniel orava três vezes ao dia (Dn 6.10). Nem decreto do rei Dario não impediu os momentos de orações de Daniel (Dn 6. 5-9). Jesus no Getsêmani demostrou uma total dependência de Deus, mostrando isso através da oração (Mt 26. 36-44).

a) O que a comunhão através da oração produz na vida do cristão

A comunhão com o Senhor através da oração muda no crente sua visão acerca das coisas que o cercam. Os problemas e as circunstâncias contrárias não abatem a sua fé em Deus e a sua confiança firme de que Ele é poderoso para que, caso não livre, o fará, da situação problemática, vencedor ou tornará o mal em bem (Rm 8.28; Gn 50.20).

II. COMO ORAR

Devemos orar como o Senhor Jesus nos ensinou (Mt 6.9-13). As nossas orações devem ser dirigidas ao Pai em nome de Jesus. Como devemos orar? Vejamos algumas atitudes que devem ser tomadas ao orarmos:

1. Devemos orar com reverência

O que é reverência? Reverência é prestar uma profunda admiração e atenção a um ser reconhecidamente sobrenatural. Todo crente deve saber que não se pode chegar à presença de Deus sem reverência. A reverência para com Deus é um princípio bíblico. Todo o relacionamento do homem com o Senhor deve levar em consideração a reverência que lhe é devida. Considerando que o Senhor é Deus, Ele próprio espera esse tipo de atitude de seus filhos (Ec 3.8).

2. Devemos orar com fé

É uma contradição um crente entra na presença de Deus em oração, duvidando do seu poder, da sua graça e das promessas. Por mais que as dificuldades sejam impossíveis de serem resolvidos às olhos humanos, devemos ter a plena confiança de que estamos na presença daquele que tem Todo o Poder nos céus e na terra. Aquele que entra na presença de Deus sem fé si é semelhante as ondas do mar que são levadas de uma parte para outra (Tg 1.6).

3. Devemos orar com humildade

O que é humildade? Humildade é um senso profundo de insignificância. Deve o crente reconhecer a sua insignificância em si mesmo, suas atitudes, suas fragilidades, necessidades e estar disposto a confessar os seus pecados e deixá-los, e buscar fazer a boa, perfeita e agradável vontade do Senhor para sua vida (Lc 18.13,14).

4. Devemos orar priorizando o Reino de Deus e seus valores eternos

Espera-se de todo cristão, que esse procure em primeiro lugar, buscar as coisas do alto. Primeiro, porque isso faz parte do caráter cristão; em segundo lugar, porque com esta atitude Deus acrescentará as coisas essenciais a sua vida (Mt 6.33). Você pela sua igreja? Você ora pelos obreiros da casa do Senhor? Você ora pelos enfermos que estão hospitalizados? Você pelos seus inimigos para que esses reconheçam o Senhorio do Senhor Jesus Cristo?

Conclusão

Não há limite para o crente viver uma vida de constante e crescente oração. Grandes homens mulheres de Deus foram vitoriosos mediante uma vida de oração e dedicação na presença de Deus. Concluiremos com um alerta final da Bíblia para todos que se encontra em 1 Pedro 7.4.

Que Deus em Cristo continue abençoando toda a sua igreja. Amém.

Em 21 de Junho de 2011 – Caucaia-Ce

Nenhum comentário:

Postar um comentário