sexta-feira, 4 de março de 2011

O PREGADOR “AMIGO”





Por Valdemir Pires Moreira

Não são poucos os pregadores que de uma maneira sutil deixaram de pregar a Palavra de Deus na sua totalidade. São os pregadores “amigos”, que não querem desagradar aos ouvintes, em vez disso procuram adaptar o Evangelho aos interesses do homem, o centro de suas pregações não é o Senhor Jesus. Eles pregam um evangelho que agrada, e não um Evangelho que confronta ao homem a mudar de caminho reconhecendo o seu pecado e arrependendo-se dele. Em vez disso pregam um evangelho que promete bênçãos, vitorias e uma salvação sem santificação, esquecendo-se do que estar escrito nas Sagradas Escrituras:

“Mas, agora, libertados do pecado e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna” (Rm 6.22)

“Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação” (1 Ts 4.7)

“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hb 12.14)

Em suas pregações não há fogo nem enxofre. Nada de confrontar as pessoas com a Bíblia. Só mensagens divertidas e de auto ajuda.

Em suas pregações os ouvintes não são considerados como pecadores. O objetivo da mensagem é fazer com que se sintam bem-vindos, e não tocados a deixarem uma vida de pecado.

Em suas mensagens tais pregadores não mencionam nem a palavra “i”. Para que o ouvinte não venha pensar em inferno e se sinta ofendido. É o evangelho fácil, light, o evangelho do caminho espaçoso.

Sejamos amados irmão pregadores fiéis da Palavra de Deus. Pregar a Palavra de Deus requer comprometimento com o Senhor da palavra e não com o ouvinte dela.

Faça a diferença pregador, o Senhor Jesus conta contigo.

2 comentários:

  1. Graça e Paz, obrigado pela visita ao meu Blog. Parabens! seu blog é muito interessante. Continue fazendo este trabalho, o Senhor é contigo.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia irmão Valdemir. Gostei muito de seu blog e já estou seguindo. O que foi postado acima é a mais pura realidade. Qualquer menção a pecado ou reforma de vida... pronto! Já arrumou um inimigo. Que Deus tenha misericórdia de todos nós. Um grande abraço!

    ResponderExcluir